Fapesp lança chamada para projetos com King´s College

kingscollege

Uma das principais atividades de um cientista é estar o tempo todo atrás de verbas para sustentar laboratórios. Assim, quando uma de nossas principais agências de fomento lança uma chamada para propostas, imediatamente nos perguntamos se temos condições de responder a este edital.

Em especial, esta chamada da FAPESP para promover projetos integrados com o King´s College me chamou muito a atenção. Se vocês pesquisarem um pouco sobre o papel desta universidade secular no ramo da neurociência, vão descobrir seus inúmeros laboratórios ativos com linhas muito produtivas e em várias áreas distintas da pesquisa neurocientífica. Mesmo para os padrões internacionais, o King´s College é uma referência. Acredito que os neurocientistas brasileiros deveriam aproveitar esta oportunidade de fazer intercâmbio de recursos humanos com o King´s. Eu, particularmente, estou só matutando como convencer um pesquisador britânico a passar uma temporada aqui em São Paulo.

Mas o que mais chama a atenção quando pesquisamos sobre a neurociência lá, é que eles oferecem um curso de Bacharel em Neurociência. Isto significa que no King´s College você pode fazer um curso de graduação e formar-se neurocientista ao final dele.

Uma coisa muito interessante de se notar é que o programa de ensino da neurociência aplicado lá envolve áreas da filosofia e da psicologia impensáveis nos programas de neurociência desenvolvidos por aqui.

A iniciativa brasileira que conheço de cursos de graduação para formação de pesquisadores (cientistas) é o curso de Ciências Moleculares da USP onde uma das professoras da Inédita fez sua graduação, Profa. Dra. Cristiane Lopes. Já os cursos de Biomedicina, que foram estruturados para atender a demanda de professores e pesquisadores nas áreas básicas da saúde, parecem ter invadido outras áreas de atuação apesar de ainda ser nosso berço de pesquisadores. Para a neurociência e sua linha de pensamento complexo seria mais útil que estes pré-pesquisadores recebessem formação mais específica. Vale a pena pensarmos nisso no futuro.

Brasileiros podem se dar ao luxo de pensar num programa de graduação como esse? O King´s College oferece vagas, mas as exigências de desempenho no ensino médio são bem altas.

Para informações sobre o programa e as exigências para matricular-se, use este link:  http://www.kcl.ac.uk/prospectus/undergraduate/print/name/neuroscience/alpha/n/header_search//printable/true

2 Comments

  1. Larissa Alvarim
      março 12, 2011 at 12:53 PM

    Excelente esse blog, o site e os profissionais. Vcs estao de parabens. Como biomedica e aspirante a neurocientista, concordo plenamente com esse post. Mas podemos ter logo logo uma boa noticia. A UFABC em breve tera bacharelado em NEUROCIENCIA. Fiquem ligados!

  2. ineditacursos
      abril 18, 2011 at 12:57 PM

    Opa, legal!
    Muito obrigada pela contribuição.
    Abs,

    Equipe inédita

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.