Criatividade: Uma Ferramenta Preciosa para a Crise

Criatividade: uma ferramenta preciosa para a crise

 

De todas as capacidades humanas aquela que mais nos diferencia dos outros animais é nossa capacidade criativa. Foi por causa de nossa criatividade que descobrimos formas de fazer o mesmo mais eficientemente. E, como consequência, vivemos em um mundo completamente modificado pela nossa criatividade. Através dessa capacidade criativa, podemos pilotar processos que produzam inovações que representem um alto valor agregado em tempos onde estamos buscando diferenciais competitivos como os atuais. Ainda encontramos muita discussão na ciência quando se procura uma justificativa para algumas pessoas serem mais criativas que outras. Isso é ainda um mistério a ser investigado mais profundamente, mas o que já se sabe é que algumas coisas são muito importantes para que nossa criatividade seja estimulada.

Primeiro, nosso estado emocional. Precisamos nos sentir confiantes e motivados. E nossa confiança vem de bons resultados que atingimos. Assim, precisamos nos permitir tentar para acertar ou errar. E tratar os erros como caminhos para o acerto. Mesmo que nossa educação formal e nossa convivência social tenha nos feito acreditar que o erro é um desvio no caminho, é necessário fazer um grande exercício para valorizar nossas tentativas frustradas como importantes direcionamentos. Um outro aspecto muito importante é que não podemos nos sentir ameaçados. Um ambiente ameaçador é capaz de ativar áreas no nosso cérebro que vão provocar comportamentos que são apenas de preservação. Nestas situações é muito mais fácil usarmos estratégias antigas do que criar novas soluções. Se quisermos ser criativos precisamos dar tranquilidade ao nosso cérebro para que ele possa criar.  Um terceiro elemento fundamental é a motivação. Ela está diretamente relacionada com o quanto gostamos do que estamos fazendo e das recompensas que conseguimos quando atingimos nossos objetivos. Assim, programas de inovação que valorizem adequadamente o empenho necessário para “pensar fora da caixa” são cuidados com as recompensas oferecidas a quem inova de verdade.

A criatividade também é muito maior em situações em que temos grande experiência e conhecimento, mas também ajuda muito ter coisas novas na cabeça para estimular novos pensamentos. Assim, estudar sobre diferentes assuntos e treinar a agilidade mental pode ajudar muito a fazer novas conexões. Viver situações novas com pessoas que pensam, agem e conhecem coisas diferentes de você pode ser muito bom para a sua criatividade. Porque um resultado inovador e criativo vem de novas conexões que seu cérebro faz entre coisas que antes não estavam conectadas daquela forma.   Assim, interessar-se por assuntos diversos como mecânica automobilística, geologia ou fisiologia pode significar uma porção de novos mecanismos de funcionamento que serão inspiradores para a criação de um novo processo ou sistema de correlações. 

Mas, a questão mais interessante de todas sobre a nossa criatividade é que quando mais procuramos pensar de novas formas, mais novas boas ideias aparecem espontaneamente. Porque até mesmo a criatividade é uma questão de treino e prática diária.

One Comment

  1. Josineide Barbosa
      julho 17, 2016 at 7:49 AM

    Gostei do artigo e sugiro mais artigos sobre a criatividade na infância e estratégias de estimulos,como: Atividades para trabalhar em sala de aula. Observamos que muitos educadores sentem-se desmotivados por falta de mais apoio, principalmente para trabalhar com crianças que possuem alguma patologia. Eu sou Psicopedagoga, atualmente estou em sala de aula e percebo as dificuldades das companheiras de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.