Mente esperta requer corpo acordado

 

cérebro-relógio

 

Parece coisa de gente chata dizer que precisamos manter a postura enquanto executamos determinadas tarefas, como prestar atenção numa aula ou ler um texto. Preferimos relaxar e descansar o corpo quando estamos usando o cérebro. A impressão que temos é de que podemos ter um desempenho melhor se estivermos relaxados.

Em outras palavras, parece que tanto faz se nos sentamos bem soltinhos, com a cabeça apoiada nas mãos; ou se procuramos manter uma postura ereta sustentando a cabeça equilibrada sobre nosso pescoço.

Alguns estudam deitados na cama ou no sofá e, mesmo quando o estudo começa com uma postura adequada, sentado ereto numa cadeira à frente de uma mesa com altura certa para o estudo, após alguns minutos o corpo vai escorregando até que a cabeça termina debruçada no braço. Tem gente que resolve estudar e, meia hora depois, está dormindo sobre os livros. É muito comum escutarmos por aí que “ler dá sono”. Mas… será que é a leitura ou a posição do corpo que dá sonolência?

Existe uma região no nosso sistema nervoso que cuida especialmente da intensidade da ativação do nosso cérebro e da nossa consciência. Chamada de formação reticular, esta área é formada por uma rede de neurônios que pode aumentar ou diminuir a intensidade da sua atividade dependendo dos estímulos e da necessidade de sono em dado momento.

Se há muita luz ou som alto é mais difícil diminuir a atividade desta região, a não ser que haja uma constância que acabe fazendo você se acostumar com a situação. Este é o caso da televisão ou do som do ar condicionado que, por serem bem contínuos, acabam não incomodando tanto para adormecer. Se a sonolência for muito grande, podemos dormir de qualquer jeito, mesmo sem nos importarmos com o ambiente.
Esta mesma região também tem a função de manter o tônus e a postura corporal adequados para o estado de vigília que o nosso cérebro precisa em uma dada situação.

Exatamente por esta razão é que o nosso estado de vigília ou de sonolência está muito relacionado com o estado de atividade muscular e da postura do nosso corpo. Estes dois aspectos do funcionamento do sistema nervoso estão em íntima ligação e, quando relaxamos o corpo, é como se estivéssemos dando um sinal para o nosso cérebro de que ele também pode ir desligando para entrar em um modo de sonolência ou mesmo de sono profundo.

Você já percebeu o quanto é difícil entrar em sono profundo quando não estamos confortavelmente relaxados? Dormir em pé ou mesmo sentado é muito difícil, a não ser que estejamos com o sono muito atrasado, não é?

E o contrário? Manter-se acordado quando estamos confortavelmente relaxados é muito difícil também. Tem gente que se acomoda e escolhe um filminho na televisão, mas não consegue passar dos primeiros vinte minutos.

Assim, se você se acomoda e fica muito relaxado na hora de assistir a uma aula, debruçando-se ou recostando-se sobre os braços ou sobre a cadeira, está criando uma enorme dificuldade para o seu cérebro se concentrar e manter-se atento.

Procure treinar seu corpo para manter-se ereto. Músculos abdominais e torácicos podem facilitar bastante a sustentação do corpo e ajudar a evitar dores nas costas. Sem dores ou desconforto é mais fácil manter a postura por mais tempo.

Esta nova postura vai te deixar muito mais atento. E, quem cuida do cérebro sabe que, a atenção é uma importante aliada para melhorar seu desempenho escolar e profissional.

Então, quando cansar, não se deite ou debruce. Ao contrário: levante-se, espreguice, caminhe um pouco, respire profundamente e volte à postura de estudo depois de uns 10 minutos.

Com o tempo seus músculos vão se acostumar a este novo hábito. Depois de uns 60 a 90 dias praticando esta nova postura, você já não sentirá mais tanto desconforto. As vezes é mais fácil sentir desconforto por não estar usando roupa e sapatos adequados para permanecer bastante tempo sentado. Então, não use nada apertado. Eu lhe garanto que num corpo acordado será muito mais fácil manter a mente ativa e atenta. Uma mente perspicaz e ágil precisa de um corpo forte e tonificado, que sustente sua atividade.

Texto originalmente publicado em 02/10/2015 em: http://metodosupera.com.br/saude-mental/mente-esperta-requer-corpo-acordado/

One Comment

  1. Valter Nogueira
      janeiro 10, 2016 at 8:28 AM

    Olá, adorei o texto e estas informações me serão muito úteis. E lendo o texto encontrei um pequeno erro de digitação neste trecho do texto: ” E, quem cuida do cérebro sábado que, a atenção é uma importante…”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.